Alumna Luísa Costa Gomes vence prémio literário do Correntes d’Escritas 2022

A escritora e antiga aluna da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Luísa Costa Gomes venceu o Prémio Literário Casino da Póvoa 2022, atribuído no âmbito do encontro literário Correntes d’Escritas, com o livro Afastar-se.

lxg

Em comunicado, o júri do concurso decidiu distinguir a obra de Luísa Costa Gomes considerando “a coerência na diversidade deste livro de contos, género em que a autora se tem destacado ao longo de 40 anos de vida literária, bem como a constante procura da forma adequada que Luísa Costa Gomes persegue em cada conto”.

“No domínio da escrita, o trabalho da autora persiste com rigor constante”, destacou o júri, constituído por Ana Maria Pereirinha, Carlos Quiroga, Carlos Vaz Marques, Isabel Lucas e Isabel Pires de Lima, destacando ainda “o contundente uso da ironia, na escrita de Luísa Costa Gomes”.

O Prémio Literário Casino da Póvoa 2022 tem um valor de 20 mil euros.

Luísa Costa Gomes é licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras. Foi professora do Ensino Secundário e dirigiu a revista Ficções, dedicada à divulgação de contos. É autora de romances, contos e crónicas. Faz tradução literária, nomeadamente para teatro.

O Pequeno Mundo foi o seu primeiro romance, que em 1988 ganhou o Prémio D. Diniz da Casa de Mateus. Em 1995, a obra Olhos Verdes venceu em 1995, o Prémio Máxima de Literatura. Em 1997, com Contos Outra Vez, conquistou o Grande Prémio de Conto da Associação Portuguesa de Escritores.

Em Outubro de 2019 ganhou o Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues pelo romance Florinhas de Soror Nada. Em Agosto de 2020, o projecto de ficção Paradoxa, da autoria da de Luísa Costa Gomes, foi um dos dez vencedores do concurso promovido pela plataforma Netflix e pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Texto: Tiago Artilheiro (FLUL-DREI, Núcleo de Alumni e Mecenato)    

Fotografia: Direitos Reservados