Alumnus Francisco Frazão é o novo director do Teatro do Bairro Alto

Francisco Frazão, que se formou em Línguas e Literaturas Modernas na FLUL em 2000, foi escolhido para director artístico do Teatro do Bairro Alto em Lisboa.

1264418Antigo programador da Culturgest para a área do Teatro até 2017, Francisco Frazão fez também parte da comissão de leitura da Companhia Artistas Unidos entre 2000 e 2004.

Na FLUL, o antigo aluno integrou a direcção d’Os Fazedores de Letras, da Associação de Estudantes da FLUL, tendo colaborado, igualmente, com a Associação Cultural Abril em Maio e escrito para o suplemento Mil-Folhas do jornal Público.

Em comunicado, a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), que integrou o júri do concurso, refere que "apreciou uma posição curatorial permanentemente aberta do candidato, garantindo autonomia aos objectos e processos artísticos programados, bem como a apresentação de uma programação a dois tempos, que responde tanto à necessidade premente de visibilidade e sustentação dos criadores emergentes e experimentais, quanto à de contrariar a velocidade actual de programação na cidade”.

Como tradutor, o antigo aluno traduziu Samuel Beckett, Harold Pinter, Stephen Greenhorn, Howard Barker, Tim Crouch, Abi Morgan, Katori Hall, Chris Thorpe e Tim Etchells. Francisco Frazão tem, também, dado aulas sobre teatro, cinema e literatura.

O Teatro do Bairro Alto foi sede da Companhia de Teatro da Cornucópia, de 1975 a 2016, tendo passado para a posse da Câmara Municipal de Lisboa aquando da extinção da Cornucópia. Em Março deste ano, o arquivo do Teatro da Cornucópia foi doado à Biblioteca da FLUL.

Texto: Tiago Artilheiro  (FLUL-DRE, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)    |      Fotografia: Direitos Reservados