Antiga aluna da FLUL representa Portugal no Festival Internacional de Poesia de Bucareste

A antiga aluna e poeta Engénia de Vasconcellos foi escolhida para representar Portugal na edição deste ano do Festival Internacional de Poesia de Bucareste, que decorre de 14 a 20 de Maio na Roménia.

eugenia vasconcellosEugénia de Vasconcellos, que frequentou a licenciatura em Estudos Portugueses e Lusófonos na FLUL em 1999, junta-se ao escritor António Lobo quotidianoAntunes, os dois escritores portugueses que irão representar o país no evento.

Natural de Faro, Eugénia de Vasconcellos é autora de O Quotidiano a Secar em Verso, que publicou em 2016, e do ensaio Camas Politicamente Incorrectas da Sexualidade Contemporânea, tendo traduzido a poesia de Claude Le Petit, reunida em O Bordel das Musas.

Além de O Quotidiano a Secar em Verso, a autora tem poemas seus publicados em antologias na Croácia e na Catalunha.

Ao lado de contos de Lídia Jorge, Maria Isabel Barreno, Yvette K. Centeno e Clara Ferreira Alves, entre outras escritoras, um conto seu, «Rosa», foi incluído na obra Do Branco ao Negro, traduzida recentemente para o alemão.

A alumna é ainda autora da versão do Cântico dos Cânticos, incluída na colecção Livros Amarelos da editora portuguesa Guerra & Paz, num volume que inclui também o Manual de Civilidade para Meninas, de Pierre-Félix Louÿs.

Em comunicado, a editora Guerra & Paz, que publica em Portugal a obra da poeta, destaca que "Eugénia de Vasconcellos tem uma poesia discursiva e envolve-se, sem reservas ou receio, com a realidade e com o quotidiano. Intensa e irónica, por vezes mordaz, os seus poemas não deixam de ostentar um lirismo límpido, a roçar o religioso".

Durante o IX Festival Internacional de Poesia de Bucareste, o poeta romeno Dinu Flamand, tradutor de Fernando Pessoa, vai traduzir e declamar sete poemas da autora em romeno e em inglês, que serão depois incluídos numa antologia a publicar em Bucareste.

Engénia de Vasconcellos junta-se, assim, a um evento, organizado pelo Museu Nacional de Literatura Romena, que desde 2010 já recebeu a presença de mais de 350 poetas de todo o mundo. Estão previstas inúmeras leituras públicas, debates, mesas-redondas, lançamento de livros e, também, muita música.

António Lobo Antunes foi escolhido como convidado de honra do evento.

Texto: Tiago Artilheiro | Fotografia: Direitos Reservados