Presidente da República nomeia antiga aluna da FLUL para o Conselho de Estado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, nomeou a antiga aluna da FLUL e escritora Lídia Jorge para o Conselho de Estado.

lidias

Lídia Jorge irá ocupar o lugar do Professor e ensaísta Eduardo Lourenço, que faleceu a 1 Dezembro de 2020.

No decreto do Presidente da República que formaliza as nomeações para o Conselho de Estado, pode ler-se que: “são designados membros do Conselho de Estado o Dr. António Bernardo Aranha da Gama Lobo Xavier, o Prof. Doutor António Rosa Damásio, a Dr.ª Lídia Guerreiro Jorge, o Dr. Luís Manuel Gonçalves Marques Mendes e a Dr.ª Maria Leonor Couceiro Pizarro Beleza de Mendonça Tavares”. Constituem também o Conselho de Estado cinco eleitos pela Assembleia da República pelo período correspondente ao da legislatura, além dos membros por inerência, nos quais se inclui o alumnus da Jaime Gama, distinguido com o Prémio FLUL Alumni 2020.

O Conselho de Estado é um órgão político de consulta presidencial, composto por "cinco cidadãos designados pelo Presidente da República pelo período correspondente à duração do seu mandato", define a Constituição da República Portuguesa.

A primeira reunião do Conselho de Estado com a nova composição realiza-se na próxima sexta-feira, 19 de Março.

Lídia Jorge, que se licenciou em Filologia Românica pela FLUL no final da década de 60, é autora de uma vasta obra e foi professora convidada da FLUL. Em 2020 foi distinguida com o Prémio da Feira Internacional do Livro de Guadalajara, de “Literatura em Línguas Românicas” e recebeu o Tributo de Consagração da Fundação Inês de Castro.

Leia aqui uma das entrevistas que a escritora deu à FLUL.

Texto: Tiago Artilheiro (FLUL-DREI, Núcleo de Alumni e Mecenato)    

Fotografia: Direitos Reservados