Antiga aluna da FLUL eleita personalidade do ano na área da Museologia

A museóloga Alda Costa foi eleita “Personalidade do Ano” na 25.ª edição dos Prémios da Associação Portuguesa de Museologia (APOM), que decorreu ontem.

alda costa

A alumna Alda Costa, moçambicana, é licenciada em História e doutora em História da Arte pela FLUL, tendo defendido em 2005 a tese Arte e Museus em Moçambique: Entre a Construção da Nação e o Mundo sem Fronteiras (c. 1932-2004).

Actual Directora de Cultura da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo, a alumna desempenhou funções de museóloga no Departamento de Museus do Ministério da Cultura de Moçambique, que chefiou entre 1986 e 2001. Entre 2007 e 2009, foi Presidente da Comissão Instaladora do Instituto Superior de Artes e Cultura de Moçambique.

Também Cláudio Torres, arqueólogo e antigo docente de várias cadeiras ligadas à História Medieval na FLUL entre 1974 e 1986, foi distinguido na mesma cerimónia como “Personalidade do Ano”. No início deste ano, o Professor Cláudio Torres tinha sido distinguido com a Medalha de Mérito Cultural do Governo de Portugal.

Na cerimónia, que decorreu online, foi ainda distinguida como “Museóloga do Ano” a antiga aluna Silvana Bessone, actual Diretora do Museu Nacional dos Coches. Licenciada em História pela FLUL, curso que terminou em 1976, a historiadora de arte integra os quadros do Património Cultural de Portugal desde 1984, dirigindo desde 1990 o Museu dos Coches.

A edição deste ano dos Prémios APOM recebeu 208 candidaturas, uma iniciativa que visa realçar o papel dos museus e a relevância da profissão museológica em cada comunidade e entre povos e culturas.

Texto: Tiago Artilheiro (FLUL-DREI, Núcleo de Alumni e Mecenato) 

Fotografia: Direitos Reservados