Alumnae da FLUL integram projecto de comunidade internacional do Fórum Económico Mundial

As antigas alunas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) Inês Torres, licenciada em Arqueologia, Ana Bárbara Pedrosa, pós-graduada em Linguística, e Alice Azevedo da Cunha, licenciada em Estudos Artísticos, integram o Projecto 100 Oportunidades, apoiado pela Global Shapers, comunidade internacional do Fórum Económico Mundial.

copia de destaque revista

O Projecto 100 Oportunidades apresenta “um grupo de 100 jovens, escolhidos pelo seu percurso, recomendados por especialistas nas suas áreas, independentemente das suas afiliações ou ideologias, com um foco absoluto na sua capacidade de acrescentar conteúdo e conhecimento, de enriquecer o espaço público”, pode ler-se no website do projecto.

Os 100 escolhidos são jovens até aos 33 anos, de 20 áreas diferentes, desde a educação à economia, da cultura ao desporto, da sustentabilidade à inclusão.

O Projecto 100 Oportunidades foi acolhido pela Global Shapers, uma comunidade internacional do Fórum Económico Mundial, constituída por jovens empenhados em solucionar os problemas dentro das comunidades em que se inserem. Em Lisboa, a Global Shapers surgiu em 2013.

Licenciada em Arqueologia pela FLUL, a antiga aluna Inês Torres viveu e trabalhou em vários museus com colecções egípcias na Europa e nos Estados Unidos, incluindo o Museu Egípcio de Berlim e o Museu de Belas Artes de Boston. Desde 2017, dá aulas de Introdução ao Egípcio Hieroglífico Clássico na Universidade de Harvard. Há um ano, a alumna contou ao FLUL Alumni o seu percurso até chegar a Harvard. Integra o Projecto 100 Oportunidades na área Ciência e Investigação.

A alumna Alice Azevedo da Cunha é actriz, integrando o GTSC-Grupo de Teatro Sai de Cena, faz parte da comissão organizadora da Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa e do colectivo Panteras Rosa. Integra o Projecto 100 Oportunidades na área Igualdade e Inclusão.

Ana Bárbara Pedrosa trabalha como linguista, editora, revisora e tradutora. Escreveu o romance Lisboa, Chão Sagrado e está agora a trabalhar na sequela. Integra o Projecto 100 Oportunidades na área Cultura e Ciências Sociais.

Texto: Tiago Artilheiro  (FLUL-DREI, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)   
Fotografia: 
Direitos Reservados