Governo atribui Medalha de Mérito Cultural ao Professor Cláudio Torres

Cláudio Torres, arqueólogo e antigo docente de várias cadeiras ligadas à História Medieval na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa entre 1974 e 1986, vai receber a Medalha de Mérito Cultural, atribuída pelo Governo de Portugal.

claudio torres“Em reconhecimento do inestimável trabalho de uma vida dedicada ao estudo e à investigação histórica e às causas do património cultural e da arqueologia peninsular, tendo ajudado a preservar e a compreender, com a sua obra, uma parcela fundamental da nossa memória colectiva, entende o Governo português prestar pública homenagem a Cláudio Torres, concedendo-lhe a Medalha de Mérito Cultural”, refere o gabinete da Ministra da Cultura, Graça Fonseca em comunicado.

Nascido em 1939, Cláudio Torres é fundador e director do Campo Arqueológico de Mértola. Fundou, também, a revista Arqueologia Medieval.

Doutor Honoris Causa pela Universidade de Évora (2001), ganhou o Prémio Pessoa em 1991. Em 1993 foi investido pelo Presidente da República com a Grã Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

Em Novembro de 2019, Cláudio Torres viu a vida retratada numa série documental da RTP2, intitulada «Cláudio Torres: Arqueologia de uma Vida».

A medalha vai ser entregue pela Ministra da Cultura Graça Fonseca numa cerimónia na vila de Mértola, no dia 11 de Janeiro de 2020.

Texto: Tiago Artilheiro  (FLUL-DREI, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)    |      Fotografia: Direitos Reservados