Cerimónia de Graduação distinguiu licenciados e mestres da FLUL graduados em 2018/2019

A Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL) distinguiu, na passada sexta-feira, com as Cartas de Excelência, de Licenciatura e de Mestrado, os alumni que terminaram os seus cursos no ano lectivo 2018/2019. 

Com a presença de cerca de 400 pessoas, a Cerimónia de Graduação, que decorreu no Anfiteatro I, começou com a actuação da Orquestra Académica da Universidade de Lisboa.

Iniciada a Cerimónia, coube ao Director da FLUL, Professor Miguel Tamen, dar as boas-vindas aos alumni e respectivos convidados. Salientando que os cursos da FLUL “são muito variados, as escolhas são muitas, e a quem chega aqui vindo do liceu, podem parecer caóticas”, Miguel Tamen sublinhou que “a força das humanidades consiste em agregar essas escolhas numa conversa comum, e dar sentido a todas essas leituras e experiências”. 

Num momento em que “o ensino superior em Portugal é muitas vezes com razão considerado impessoal, em que os alunos são frequentemente tratados como estatísticas, causas e números, como realidades sociológicas, uma cerimónia como esta é importante: distingue pessoas concretas que fizeram coisas concretas”, acentuou ainda Miguel Tamen.

Na terceira edição da Cerimónia de Graduação FLUL, foram cerca de 200 os alunos a receber as Cartas de Excelência – entregues aos melhores alunos de cada curso de licenciatura da Faculdade – e as Cartas de Licenciatura e de Mestrado, pelas mãos dos Directores de Curso.

A alumna Cheila Morais Vieira, que recebeu a Carta de Excelência de melhor aluna do curso de licenciatura em Artes e Humanidades, foi a representante dos novos graduados na Cerimónia. Federada da Selecção Nacional de Natação Artística, Cheila Morais Vieira destacou, sobretudo, as dificuldades em conciliar as aulas com o desporto de alta competição, e a perseverança necessária para conseguir acabar o curso, também com distinção.

Seguidamente, coube à Coordenadora Científica do FLUL Alumni, Professora Doutora Adelaide Meira Serras, encerrar a Cerimónia, começando por dizer que “a licenciatura coincide, na maioria dos casos, com os passos iniciáticos da idade adulta, abrindo caminhos a serem explorados pelos estudantes, conduzindo a promessas de futuro”. Sem esquecer os Directores de Curso presentes na Cerimónia, Adelaide Meira Serras disse ainda que “aqui estudam os formandos e estudam os professores, pois não há lugar a meros veículos transportadores e transmissores de informação; todos nós somos força motriz de uma inquietude intelectual, de uma vontade de compreender mundo”. Ao terminar, deixou um desejo: que todos os alumni “mantenham essa chama da curiosidade, do ímpeto de saber mais para contribuir da melhor forma para a sociedade”.

Depois da actuação do Coro de Câmara da Universidade de Lisboa, a Cerimónia de Graduação terminou com uma foto de grupo dos graduados 2018/2019 no palco, seguindo-se um beberete servido aos alunos e aos seus familiares e amigos no átrio de entrada da Faculdade.

Texto: Tiago Artilheiro (FLUL-DREI, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)   

Fotografia: Ricardo Ascenção (FLUL-DREI, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)