Prémio Vasco Graça Moura distingue antiga aluna da FLUL

A actriz e encenadora Maria do Céu Guerra, que frequentou a licenciatura em Filologia Românica na FLUL na década de 1960, acaba de ser distinguida com o Prémio Vasco Graça Moura - Cidadania Cultural.

mcgO Prémio, promovido pela Estoril Sol, tem o valor pecuniário de 20.000 euros, e visa distinguir a actriz que, aos 75 anos, "desenvolveu, ao longo de mais de cinco décadas, uma carreira ímpar ligada às artes", esclarece a promotoraem comunicado.

Fundadora da companhia de teatro A Barraca, a alumna Maria do Céu Guerra foi a personalidade escolhida "por se ter destacado, ao longo da vida, numa prática de cidadania cultural, enquanto actriz, que levou à cena e por diferentes modos divulgou os grandes textos da literatura portuguesa”. O júri do Prémio, presidido por Guilherme d'Oliveira Martins, destaca, também, a companhia teatral “A Barraca como núcleo de irradiação cultural, formativo e vocacionado para a descoberta e criação de novos públicos".

Maria do Céu Guerra de Oliveira e Silva nasceu em Lisboa, a 26 de Maio de 1943, frequentou a licenciatura em Filologia Românica na FLUL, período em que começou a interessar-se pelo teatro e fez parte do grupo fundador da Casa da Comédia.

O Prémio, que já vai na 4.ª edição, visa "distinguir um escritor, ensaísta, poeta, jornalista, tradutor ou produtor cultural que ao longo da carreira - ou através de uma intervenção inovadora e de excepcional importância -, haja contribuído para dignificar e projectar no espaço público o sector a que pertença", refere o regulamento.

Em comunicado, a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, felicitou a alumna da FLUL, destacando que “o percurso de Maria do Céu Guerra é exemplo de um espírito combativo, empenhado e comprometido com a causa pública, onde o teatro surge como elemento fundamental do gesto político, antes e depois da Revolução de 1974”.

Nas edições anteriores do Prémio Vasco Graça Moura - Cidadania Cultural foram distinguidos Victor Aguiar e Silva (2018), José Carlos Vasconcelos (2017) e Eduardo Lourenço (2016).

A cerimónia da entrega do Prémio a Maria do Céu Guerra será anunciada em breve.

Conheça a biografia de Maria do Céu Guerra.

Texto: Tiago Artilheiro (FLUL-DRE, Núcleo de Imagem, Comunicação e Relações Externas)    

Fotografia: Direitos Reservados