“As curiosidades da História de Portugal não se esgotam”

Com uma História de Portugal rica em curiosidades, a alumna Ana Margarida Oliveira ousou reuni-las em livro. Curiosidades da História de Portugal, que acaba de chegar às livrarias numa edição da Verso de Kapa, revela factos muitas vezes desconhecidos para a maioria dos portugueses. 

Continuar...

“Para o romance histórico irei privilegiar a escrita em nome próprio”

E.S. Tagino, ou melhor, António da Costa Neves leva-nos ao outro lado do Tejo para uma viagem histórica pel’O Implacável Cerco de Almada. Alumnus do curso de História da FLUL da década de 80, António da Costa Neves, que tem vasta obra publicada sob o pseudónimo E. S. Tagino, coloca-nos no século XIV.

Continuar...

“A fome podia ditar o desfecho de qualquer operação de cerco a Lisboa”

Com muito trabalho de investigação feito sobre a conquista de Lisboa em 1147, o alumnus Miguel Gomes Martins quis ir mais longe. Com o objectivo de dar uma perspectiva panorâmica deste episódio ao leitor, o antigo aluno da FLUL descobriu e redescobriu algumas fontes da história para publicar agora 1147 A Conquista de Lisboa – Na Rota da Segunda Cruzada, editado pela Esfera dos Livros.

Continuar...

“As faculdades foram lugares que mudaram as vidas e os destinos dos refugiados”

Num tempo em que se tornaram comuns as histórias e as imagens de refugiados, José Jorge Letria resgata da sombra o perfil de 50 pessoas que partiram para o exílio. Dos retratos que constituem “Refugiados – 50 Vidas sem Pátria e com História”, editado pela Guerra & Paz, constam nomes como Freddie Mercury, Albert Einstein ou Hannah Arendt.

Continuar...

“Uma boa ficção terá sempre um efeito catártico”

No inicio de um novo ano lectivo partimos em viagem… sem sair do lugar. Conversámos com Júlia Nery, alumna do curso de Filologia Românica da FLUL, sobre o seu mais recente romance Ei-los que partem, editado pela Sextante.

Continuar...

“Neste livro há um romance dentro do próprio romance”

Romance de estreia da alumna Cristina Almeida Serôdio, A Casa das Tias é mais do que a história de uma família. Se as duas tias solteiras já seriam um ponto de partida que podia contribuir para um enredo sustentado, aquela “casa fechada” que serve de cenário ao livro é garante de muitas outras histórias.

Continuar...