Paula Cristina Pontes Rodrigues

 

"Foram os anos mais felizes da minha vida, anos de descoberta pessoal, de enriquecimento cultural e científico, anos de partilha de sonhos e de conhecimento. Entrei nesta Faculdade numa idade em que muitas pessoas "arrumam as botas", mas para mim a aventura estava ainda por começar. Pensei que me sentiria deslocada por ser uma aluna "mais velha" (tinha 47 anos) numa Faculdade repleta de jovens irrequietos e cheios de vida. Na minha turma, no ano em que comecei a Licenciatura em História, o aluno mais jovem tinha 17 anos e o mais velho 79. Mas nunca sentimos a diferença de gerações e os 62 anos que separam estes meus dois colegas (que hoje são dois dos meus maiores amigos) diluíram-se numa saudável camaradagem, entre iguais. Entre nós nunca existiu competição académica, nem conflitos de gerações. Éramos (e somos) todos colegas, todos iguais, todos amigos, todos companheiros, munidos de um sentimento de partilha e interajuda que nunca pensei existir. Muitos dos meus colegas eram mais novos do que os meus filhos ou tinham pais mais jovens do que eu. Mas sempre me trataram como igual, aceitando-me como uma deles, sem preconceitos, sem cerimónias. Para mim é este o verdadeiro "espírito académico" que se respira na FLUL, um santuário de liberdade e de conhecimento, do qual me orgulho de fazer parte. Que nunca morra este espírito! Viva a FLUL!"

 

Licenciatura em História | Ano de conclusão:2012

Mestrado em História | Ano de conclusão: 2014

 


 

Deixe o seu testemunho

Venha partilhar connosco as suas experiências enquanto aluno da Faculdade de Letras. Envie-nos um e-mail com a sua mensagem ou fotografias. Obrigado pela sua participação!

Enviar testemunho »