Catarina Tente

Arqueóloga

catarina tente

Catarina Maria dos Santos Guerra Tente nasceu em Lisboa, a 8 de Maio de 1972. Licenciou-se em 1997 em História, variante Arqueologia, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. No ano de 1998 foi coordenadora da equipa vencedora do concurso Plano de Minimização de Impactes sobre o Património Arqueológico do Empreendimento do Alqueva. Entre 1998 e 1999 exerceu funções como Arqueóloga da extensão da Covilhã do Instituto Português de Arqueologia, e em 1999 publicou o Roteiro Arqueológico de Gouveia. 

Entre 1999 e 2003 foi Arqueóloga do Gabinete de Avaliação de Impacte Ambiental do Instituto Português de Arqueologia, e entre 2003 a 2006 foi Subdirectora do Instituto Português de Arqueologia (Direcção-Geral da Administração Pública).

Em 2005 Catarina Tente tirou o Mestrado na FLUL em História e Arqueologia Medieval e publicou, em 2007, o livro A ocupação alto-medieval da Encosta Noroeste da Serra da Estrela. Entre 2007 e 2010 foi assistente auxiliar a tempo parcial da FCSH na área da Arqueologia.

Doutorou-se em 2010 em História – especialidade de Arqueologia, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e em 2011 publicou a obra Cristãos e Muçulmanos na Idade Média Peninsular. Encontros e Desencontros, em parceria com Mário Varela Gomes e Rosa Varela Gomes.

Entre 2011 e 2013 participou no projecto de investigação S. Gens: o vale e a sua população da Pré-História à Alta Idade Média, realizado na Guarda, financiado pela Câmara Municipal de Celorico da Beira. Foi investigadora do projecto editorial História da Diocese de Viseu, dirigido pelo Prof. Doutor José Pedro Paiva, que ocorreu entre 2011 e 2015.

É desde 2011 professora auxiliar da FCSH na área da Arqueologia, desde 2013 coordenadora da Licenciatura em Arqueologia da FCSH e desde 2014 subdirectora do Instituto de Estudos Medievais.