Paulo Mendes Pinto

Historiador das Religiõesmendes pinto


Paulo Jorge Soares Mendes Pinto é professor na Universidade Lusófona, responsável pela área de Ciência das Religiões, e foi recentemente nomeado Embaixador do Parlamento Mundial de Religiões.

Esta organização internacional não-governamental de diálogo inter-religioso e universal nasceu em Chicago, em 1893, e visa ser uma base de diálogo entre todas as religiões mundiais. Como embaixador desta organização, Mendes Pinto tem como funções promover os valores da união, bem como desenvolver actividades que levem a população a reflectir sobre as questões de diálogo e paz, em todo o espaço lusófono, especialmente em Portugal e no Brasil.

Sendo conhecedor de diversas religiões, dirige ainda o “Conversas em Religião”, que são entrevistas onde regularmente estão importantes personalidades de diferentes religiões, como o Budismo, Islamismo, Igreja Mórmon, Igreja Ortodoxa Russa, entre outros. Foi ainda um dos coordenadores dos volumes Evangelhos – Comentados (2005, 2006, 2007), que nesses três anos reuniu mais de 150 altas individualidades lusófonas.

Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde se licenciou em História, entre os anos de 1992 e 1997, e onde tirou o mestrado de História e Cultura Pré-Clássica, entre 1998 e 2001, com a tese “Metaforização e Ritualização no Ciclo de Baal”, especializando-se em Mitologia Antiga (Canaã). Desenvolveu uma investigação sobre História das Religiões Antigas (mitologia e literaturas comparadas), Histografia e Teoria da História e Diálogo entre as Religiões, Convívio e Cidadania; e dedicando parte do seu trabalho às relações entre o Estado e as religiões.

É ainda investigador da Cátedra de Estudos Sefarditas “Alberto Benveniste” da Universidade de Lisboa, instituição acolhida no local onde estudou. Está fortemente ligado à Universidade Lusófona, onde desenvolve várias actividades: é Director do Instituto Al-Muhaidib de Estudos Islâmicos e da Revista Lusófona de Ciências e Religiões e editor dos Cadernos de Estudos Sefarditas, tendo recebido a Medalha de Ouro de Mérito Académico, em 2013.

Ainda referente aos Estudos Sefarditas, Mendes Pinto foi o coordenador do Dicionário Histórico dos Sefarditas Portugueses e do Dicionário das Ordens e Congregações Religiosas em Portugal (ordens Católicas masculinas).

Colabora regularmente com o jornal Público e foi coordenador do Seminário «República e Religiões», que se realizou no Museu da Presidência da República em 2005, e o coordenador científico do projecto “Religiões: História - Textos – Tradições”, sediado na Re-Ligare (Unidade de Missão para o Diálogo com as Religiões), da Presidência do Conselho de Ministros, em 2006.

Paulo Mendes Pinto é um indivíduo com múltiplos cargos, muitos mais além dos referidos acima, como o responsável pelo projecto Inquérito à Cultura Religiosa em Portugal.