Nuno Severiano Teixeira

Professor e Políticoseveriano

Henrique Nuno Pires Severiano Teixeira nasceu em Bissau, na Guiné Portuguesa, a 5 de Novembro de 1957.

Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1981), e doutorado em História das Relações Internacionais Contemporâneas, pelo Instituto Universitário Europeu (1994) e agregado em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa, é Professor Catedrático e Pró-Reitor na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Durante o seu percurso académico leccionou igualmente na Escola de Ciências Sociais da Universidade de Évora entre 1982 e 1994, na Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (1998–2003), no Departamento de História do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (2002–2006). Foi Visiting Professor na Universidade Georgetown (2000), Visiting Scholar no Instituto de Estudos Europeus da Universidade de Califórnia, Berkeley (2004) e Senior Visiting Fellow no Robert Schuman Centre for Advanced Studies do Instituto Universitário Europeu — Florença (2010).

Para além da carreira académica dedicou-se igualmente à política, tendo exercido funções como Director do Instituto de Defesa Nacional (1996-2000) e do Instituto Português de Relações Internacionais, de 2003 a 2006. Teve um papel mais activo enquanto membro do governo, tendo sido Ministro da Administração Interna (2000-2002) e Ministro da Defesa (2006-2009) sob os mandatos de António Guterres e de José Sócrates, respectivamente.

As duas facetas do seu percurso profissional, a vertente académica e a política conjungam-se em obras publicadas sobre história militar, história das relações internacionais, história da construção europeia e questões de política externa, segurança e defesa. É autor do livro O Poder e a Guerra 1914–1918: objectivos nacionais e estratégias e políticas na entrada de Portugal na Grande Guerra (1996) e co-autor, com António Costa Pinto, de Portugal e a Integração Europeia, 1945–1986 (2005), The International Politics of Democratization (2008) e, também com António Costa Pinto, The Europeanization of Portuguese Democracy (2012).

A 27 de Julho de 2000 foi agraciado com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique e a 30 de Janeiro de 2006 recebeu a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.