Vicente da Silva Guterres

Político e Professor

vicente guterres

Nascido a 22 de Janeiro de 1955 em Timor, Vicente da Silva Guterres foi aluno da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa nos finais da década de 70 concluindo, em 1981, a licenciatura em Filosofia, área em que desempenhou funções de docente do Ensino Secundário em Portugal (de 1984 a 1999) e no Seminário Maior de São Pedro e São Paulo, Díli, Timor-Leste (de 2001 a 2006). Para esse efeito, tirou também uma pós-graduação em Ciências da Educação, pela Faculdade de Psicologia de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, que veio a concluir em 1992.

Embora a actividade de professor seja uma constante ao longo da sua vida, foi sempre conciliada com a actividade política, iniciada em 1975, quando se torna activista da Frente Diplomática da Resistência Timorense (até 1999). Nesse período desempenha uma série de cargos políticos, dos quais se destacam a Presidência da União da Juventude Timorense em Portugal (de 1977 a 1982), o cargo de Segundo Vice-Presidente da União Democrática Timorense (de 1982 a 1989), que ocupa de 1989 a 1993, presidindo, depois, à Comissão Política da mesma, de 1993 a 1998. Foi também Vice-Presidente do Gabinete dos Assuntos de Timor em Portugal, de 1983 a 1993, ano em que finda a sua função de Membro da Direcção de Convergência Nacionalista Timorense (que havia tido início em 1986), assumindo a Presidência do referido Gabinete de 1993 a 2000. Em 1998, funda a União Democrática Cristã de Timor (a que preside até 2007), altura em que se torna Membro suplente da Comissão Política do Conselho Nacional da Resistência Timorense (de 1998 a 2000), tornando-se, depois, Membro da Direcção (de 2000 a 2003). É também Membro da Comissão Directiva do Congresso Nacional da Reconstrução de Timor-Leste, desde 2007.

Vicente da Silva Guterres mantém também actividade parlamentar, iniciada entre 2001 e 2002, enquanto Deputado à Assembleia Constituinte de Timor-Leste. Nessa fase inicial, desempenha também os cargos de Membro da Comissão da Organização do Poder Político, Secretário da Mesa da Comissão de Harmonização e Sistematização da Constituição. De 2002 a 2007, exerce como Deputado ao Parlamento Nacional de Timor-Leste e ainda como Presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

A partir de 2007, torna-se Primeiro Vice-Presidente do Parlamento Nacional de Timor-Leste (até 2012), Presidente do Parlamento Nacional Interino (em regime de substituição), de 13 de Fevereiro a 17 de Abril de 2008, Presidente do Parlamento Nacional de Timor-Leste (desde 2012) e ainda Presidente da Assembleia Parlamentar da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (de 2012 a 2013).