Dina Aguiar

Jornalista e Pintora

aguiar dina

Nascida a 1953, em Foz Côa, Dina Aguiar foi aluna da Faculdade de Letras durante a década de 70, onde concluiu a

licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas Inglês/ Português. Durante o percurso académico, chegou a fazer parte da Rádio Estudantil, que entretanto foi encerrada na sequência daquele período conturbado a seguir ao 25 de Abril.

Em 1978 inicia a carreira televisiva, na RTP2, pela mão de Joaquim Letria, que tinha entrevistado durante a sua passagem pela Rádio e a quem recorreu para exercer nesse âmbito, acabando por ir para o mundo da Televisão. A sua estreia deu-se em parceria com António Mega Ferreira e José Júdice. Esse foi o ponto de partida para a sua carreira jornalística, tendo sido presença assídua em todos os serviços de informação do canal público RTP, passando pelo 24 Horas, o Jornal da Tarde, que tinha uma intervenção em directo de Lisboa, Jornais intercalares, e, finalmente, o Telejornal, onde esteve 12 anos, tendo intercalado toda a actividade jornalística com funções de repórter. Fez também parte da equipa do talk-show Chá das Cinco (1992). 

Depois da sua longa estadia no Telejornal, Dina Aguiar continuou a marcar presença nos programas da RTP, trabalhou no programa País Real, depois no Regiões, seguindo-se o Portugal em Directo.

Para além da carreira televisiva, a alumna é também uma talentosa figura no mundo da Pintura, tendo exposto a solo durante mais de uma década (de 1994 a 2005, data da sua última exposição individual). As exposições posteriores a esse período foram feitas ou em colaboração com a sua filha (formada em Belas Artes) ou com colectivos de artistas, em especial as da Associação Internacional de Artistas (AIA), da qual é membro. Ainda neste contexto, é de destacar a exposição comemorativa do seu 10º aniversário (2005), pela Associação CAIS, no Museu da Água, durante a qual foram leiloadas 19 das suas peças, incluindo uma escultura.

Esta exposição foi também acompanhada por poemas de Isabel Mendes Ferreira, música de Hélder Antunes e, no exterior da galeria, uma intervenção de luz e som da autoria de Extramuros, patente todas as noites na Praça do Príncipe Real.

É a jornalista com mais tempo de antena da RTP.