Memórias Vivas

Memórias Vivas

memorias vivas

O FLUL Alumni - Memórias Vivas surgiu como um projecto do Núcleo de Apoio ao Estudante da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), e teve como objectivo manter os laços e a comunicação actualizada entre os alunos de várias gerações. Promover essa comunicação constituiu um passo assinalável na construção dum sentido de pertença identitária à FLUL. Assim, o FLUL Alumni – Memórias Vivas procurou, simultaneamente, documentar os nomes e a obra dos seus antigos alunos que contribuíram para a sociedade sua contemporânea e forjar laços de identidade e solidariedade entre eles e os actuais alunos, dando um sentido de comunidade à partilha de um período determinante das suas vidas.

Não seria possível, contudo, esquecer o passado rico em mudanças políticas, sociais, económicas e, portanto, culturais que a Faculdade viveu desde que passou a residir na Alameda Universitária. A História universitária cruza-se, e amiúde se justapõe, à História nacional, pelo que este foi, no seu início, um espaço em que se recordaram factos e momentos marcantes da realidade portuguesa. Cada década, desde 1950 até ao presente, foi progressivamente construída com o contributo de todos, de modo a constituir um documento ilustrativo da relevância da Faculdade no nosso tempo e espaço.

Em 2017, o FLUL Alumni passou a ser um Programa - Programa FLUL Alumni - inserido na Divisão de Relações Externas e Internacionais (DREI) da FLUL e, em 2019, foi criado o Núcleo de Alumni e Mecenato (NAM) da FLUL, parte integrante da DREI. Não esquecendo os objectivos que estiveram na origem do Memórias Vivas, e já com vários prémios entregues e eventos realizados que juntaram toda a comunidade alumni da FLUL, o NAM vai continuar a promover acções conducentes à manutenção da ligação dos antigos estudantes à Faculdade, designadamente, através da promoção da Rede Alumni, assim como a promover o mecenato social, desportivo, educacional e cultural.  

decada50 decada60 decada70 decada80 decada90 decada00