Joaquim Cerqueira Gonçalves

Professor

cerquertia1

Joaquim Cerqueira Gonçalves nasceu no dia 6 de Abril de 1930, em Ponte de Lima. Licenciou-se em Filosofia Escolástica, pelo Instituto Católico de Tolosa (França), em 1957 e em 1962, licenciou-se em Filosofia na FLUL, com uma dissertação intitulada Distinção de Essência e Existência no Pensamento de João Duns Escoto.

Em 1963, iniciou funções como docente de Filosofia, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e em 1970 doutorou-se em Filosofia na mesma Faculdade, com a dissertação Homem e Mundo em São Boaventura.

No ano de 1978 realizou provas para Professor Catedrático da FLUL, tendo sido aprovado por unanimidade. Em 1989 publicou a obra A Escola em Debate – Educar ou Profissionalizar? No ano de 1995 publicou Fazer Filosofia – Como e Onde? Em 1998 publicou a obra Em louvor da vida e da morte: ambiente – a cultura ocidental em questão.

Ao longo da sua carreira exerceu inúmeros cargos de relevo, nomeadamente Presidente do Conselho Científico da Faculdade de Letras, Director do Centro da Filosofia da Universidade de Lisboa, foi Membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, bem como a  função de Director de diversas revistas, como a Revista da Faculdade de Letras, a revista Philosophica e a revista Pax et Bonum.

Na Universidade Católica Portuguesa exerceu o cargo de Coordenador (e também docente) da Área Científica de Filosofia da Faculdade de Ciências Humanas, foi Director do Instituto de Coordenação Científica (ICIC) e Presidente da Direcção da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa.

Joaquim Cerqueira Gonçalves foi Membro do Conselho Científico da Revista Portuguesa de Filosofia e Membro do Conselho Científico da Revista Portuguesa de Psicanálise. Recebeu a Condecoração: Grã-Cruz da Ordem de Instrução Pública.

Encontra-se aposentado das suas funções desde 2000. É Sócio efectivo da Academia das Ciências de Lisboa (desde 2008), Académico de Mérito da Academia Portuguesa da História e Sócio da Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa.

Ao longo da sua carreira, Joaquim Cerqueira Gonçalves escreveu diversas publicações nomeadamente Humanismo Medieval, I: A Natureza do Indivíduo em João Duns Escoto, II: Franciscanismo e Cultura (1971), A Escola em Debate – Educar ou Profissionalizar? (1989), Fazer Filosofia – Como e Onde? (1995), Em Louvor da Vida e da Morte – Ambiente: a Cultura Ocidental em Questão (1998), e mais recentemente Itinerâncias de Escrita. Vol. I – Cultura/Linguagem, (2011), Vol. II - Hermenêutica/ Filosofia (2013) e Vol. III – Escola/Ecologia (no prelo).