António de Brum Ferreira

brum

Geógrafo, Professor e Investigador

Nascido a 25 de Fevereiro de 1941, em Rabo de Peixe (Açores), António de Brum Ferreira ingressou na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em 1960. Foi nesta Faculdade que frequentou e concluiu a licenciatura em Geografia, em 1966, com a apresentação da respectiva tese, uma Monografia da Ilha Graciosa, que seria reeditada em 1987. Após a conclusão de licenciatura, António de Brum Ferreira foi contratado como assistente e, pouco depois, efectuou dois estágios no estrangeiro: o primeiro em Toulouse (Outubro de 1968 a Outubro de 1969), onde elaborou o trabalho Le relief du versant sud de la Montagne Noire, que veio a ser publicado na Revue Géographique des Pyrénées et du Sud‑Ouest (em 1975), e em Clermont‑Ferrand (Novembro de 1969 a Dezembro de 1970), onde trabalhou com A. Godard e M. Peterlongo e onde conheceu a futura esposa, a geógrafa Denise Brum Ferreira.

Em meados da década de 70, torna a dedicar-se à vida académica com a elaboração do doutoramento, concluído em 1978, com a tese Planaltos e Montanhas do Norte da Beira. Estudo de Geomorfologia, trabalho investigativo que marca a última tese sobre o relevo de uma ampla área do território português, numa renovação de conhecimentos técnico-científicos, sendo, por isso, um trabalho elogiado tanto em Portugal, como no estrangeiro.

Pouco depois, em 1980, começa a interessar-se pelo estudo da Climatologia Sinóptica publicando, neste período, um artigo sobre a seca de 1980-81, elaborado em conjunto com a esposa, que saiu no nº 35 da Revista do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa.

A sua carreira decorre no departamento de Geografia da Faculdade de Letras, desde o seu início como assistente até Professor Catedrático. Para além das funções de docente, desempenhou ainda funções no Departamento de Geografia da Faculdade de Letras e no Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, onde, a partir de Janeiro de 1983, se tornou Director da Área de Investigação de Geografia Física. Foi também Membro fundador da recém-criada Associação Portuguesa de Geomorfólogos (2000) e do Centre Européen sur les Risques Géomorphologiques (Conselho 6 da ¬Europa, Estrasburgo), assumindo também o cargo de coordenador de uma equipa portuguesa que colaborou em diversos projectos europeus, responsável por novas publicações internacionais.

Entre 2005 e 2006, António de Brum Ferreira colaborou para a colecção Geografia de Portugal, elaborando um de quatro volumes, dedicado à Geografia física do território. Esta data assinala igualmente a aposentação do geógrafo que, embora tendo cessado a sua actividade de docente, continuou a percorrer o país em todos os sentidos, prosseguindo com as suas observações e os seus apontamentos.

António de Brum Ferreira é autor de numerosos trabalhos científicos, incluindo algumas dezenas de artigos em revistas internacionais e nacionais nos seguintes domínios: génese e evolução das superfícies de aplanamento; morfotectónica; geomorfologia glaciária e periglaciária; movimentos de vertente, riscos naturais, climatologia e geografia regional.

António Brum da Fonseca faleceu a 8 de Fevereiro de 2013, vítima de doença prolongada, legando um manancial científico de relevo aos estudos da Geografia em Portugal.