Raúl Miguel Rosado Fernandes

Professor e Políticoraul fernandes

Nascido a 11 de Julho de 1934, Raúl Miguel Rosado Fernandes licenciou-se em Filologia Clássica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, apresentando, para conclusão de licenciatura, a tese Anfitrião: Evolução e concepções de um mito na expressão literária, referente a uma comédia de Plauto, que foi publicada em 1956. Pouco depois, em 1962, conclui o doutoramento na mesma Faculdade, com uma dissertação intitulada O Tema das Graças na Poesia Clássica. Logo após a conclusão do doutoramento, inicia as funções de docente, primeiramente como Primeiro Assistente de Filologia Clássica desde o seu Doutoramento, seguindo-se três anos passados nos Estados Unidos na condição de Visiting Professor, na City University of New York, voltando a Portugal poucos anos antes do 25 de Abril, época a seguir à qual teve papel preponderante nos destinos da agricultura portuguesa. O seu regresso à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa dá-se quase de imediato, ocupando, por concurso público, o lugar de Professor Extraordinário e, por último, o lugar de professor catedrático, desde 1974 até 2004, o ano da sua jubilação.

Dentro do panorama académico, para além das funções de docente, Rosado Fernandes foi também colaborador em inúmeras publicações, com destaque para a Revista da Faculdade de Letras de Lisboa, para a Euphrosyne – Revista de Filologia Clássica, para o Boletim de Filologia XXI, e para outras publicações periódicas pertencentes à Universidade de Lisboa, à Academia das Ciências de Lisboa (onde foi Académico Correspondente, desde 1997), à Universidade de Coimbra, entre outros. Foi ainda o Reitor da Universidade de Lisboa entre 1979 e 1982.

Professor Catedrático Jubilado do Departamento de Filologia Clássica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, bem como Investigador do Centro de Estudos Clássicos daquela Faculdade, na área das Fontes Clássicas da Cultura Portuguesa, Conselheiro da Ordem do Infante D. Henrique e Académico Correspondente da Academia das Ciências de Lisboa desde 1997.

Para além da vida académica, Rosado Fernandes manteve ainda carreira política, sendo Deputado à Assembleia da República Portuguesa pelo CDS-PP e, entre 1995 e 1999 e Deputado pelo CDS-PP ao Parlamento Europeu. Durante a sua actividade política, dedicou-se a várias questões de natureza agrícola, chegando a ser Presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, e tendo sido agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Civil do Mérito Agrícola, Industrial e Comercial Classe Agrícola, a 4 de Maio de 2001. Para além desta distinção, Raul Miguel Rosado Fernandes foi ainda agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique a 9 de Junho de 1997, sendo Conselheiro dessa mesma Ordem.

Autor de obra sobre filologia, retórica, literatura grega, latina e portuguesa, com dezenas de publicações, escreveu também sobre política e dedicou grande parte da sua actividade igualmente à defesa da agricultura portuguesa, tendo sido presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal.