António Henrique de Oliveira Marques

h oliveriaProfessor e Historiador

 

António Henrique Rodrigo de Oliveira Marques nasceu em Cascais, a 23 de Agosto de 1933. Licenciou-se em 1956 em Ciências-Histórico Filosóficas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde apresentou uma dissertação intitulada A Sociedade em Portugal nos séculos XII a XIV.
Após a conclusão de um estágio na Universidade de Wurzbug, na Alemanha, regressa, em 1957, à FLUL para desempenhar funções de docente, onde conclui o seu doutoramento em História, em 1960, apresentando a tese Hansa e Portugal na Idade Média.
No ano de 1962 participa activamente na greve académica, apoiando os estudantes na sua luta contra o regime, o que resulta no seu afastamento da Universidade.

Em consequência, parte para os Estados Unidos da América, e aí permanece durante cinco anos, percorrendo o país como conferencista e desempenhando o cargo de docente em inúmeras universidades, como Auburn, Flórida, Columbia, Minnesota e Chicago.
Volta a Portugal no ano de 1970 e, a partir de 1974, após a Revolução de Abril, retoma a sua carreira universitária, sendo também nomeado director da Biblioteca Nacional de Lisboa, cargo que desempenha durante dois anos. Em Julho de 1976 torna-se professor catedrático da Universidade Nova de Lisboa, tendo sido Presidente da Comissão Instaladora da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas no período entre 1977 e 1980. Foi ainda presidente do seu Conselho Científico, de 1981 a 1986.

No âmbito da investigação na sua área, funda, em 1980, o Centro de Estudos Históricos, uma das unidades de investigação da FCSH. A sua produção bibliográfica reflecte os seus vários interesses, repartindo-se pela Idade Média, época contemporânea, sobretudo, o período do Estado Novo, além de estudos sobre a maçonaria. Dela se destacam as várias edições de História de Portugal, A Sociedade Medieval Portuguesa, Ensaios de História Medieval Portuguesa, Novos Ensaios de História Medieval Portuguesa, Portugal Quinhentista: Ensaios. Em 1982, em comemoração dos 25 anos sobre a publicação do seu primeiro estudo histórico, foram editados dois volumes com colaboração de historiadores portugueses e estrangeiros e intitulados Estudos de História de Portugal: Homenagem a A. H. de Oliveira Marques.
António Oliveira recebe, em 1997,o doutoramento honoris causa pela Universidade de La Trombe em Melbourne, Austrália. No ano seguinte, em 1998, é condecorado pelo Presidente da República Jorge Sampaio com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

Faleceu no dia 23 de Janeiro de 2007.